Demonstrações de Amor

FEMINISMO: ORIGENS CONQUISTAS E DESAFIOS NO SÉCULO 21

Provocante

O que é feminismo? O feminismo é um movimento social e político de mulheres e para mulheres que desde o século XIX vem ganhando espaço em todo o mundo, promovendo mudanças políticas e sociais em benefício das mulheres e da sociedade como um todo. Mais à frente os direitos reprodutivos e a luta contra a violência física, sexual e psicológica também se tornaram bandeiras importantes desse movimento. Leia também: Hannah Arendt — biografia da filósofa política que foi perseguida pelos nazistas Conceito de feminismo Feminismo é um movimento social por direitos civis, protagonizado por mulheres, que desde sua origem reivindica a igualdade política, jurídica e social entre homens e mulheres.

Femininas a procura 235744

O QUE é feminismo

É mais exato falar, portanto, de feminismos. O QUE é feminismo O feminismo é um movimento social e político que reivindica igualdade entre mulheres e homens. A origem do conceito é atribuída a Charles Fourier O teórico do socialismo utópico teria usado a palavra feminismo pela primeira vez entre e O termo se popularizou nas décadas seguintes, a princípio em países como Estados Unidos e Reino Unido. No fim do século 19 e início do século 20, por exemplo, mulheres se juntaram para reivindicar pautas como o direito ao voto.

Últimas notícias

A palavra lazer é impregnada de significações. O trabalho, considerado degradante, era reservado aos escravos, enquanto o acesso ao lazer indicava a pertença a uma certa casta. Somente no século XIX, com o aparecimento das primeiras sociedades industriais, que o trabalho, alcança valor central no sistema social, e o lazer assume as características atuais. Hoje em dia o lazer apresenta-se quanto um elemento central da cultura vivida por milhões de trabalhadores, possui respondência sutis e profundas com todos os grandes problemas oriundos do trabalho, da família e da política que, sob sua influência, passam a ser tratados em novos termos.

Mais Avaliados

Palavras-chaves: Trabalho. ABSTRACT Occupying the role of subordinated women over the years and since the beginning of civilization suffered oppression and discrimination based on gender and the way society understand their role, because in ancient times society comprised women only as a daughter, future wife and devoted mother. The wife always needed the permission of their husbands to give efficacy to their actions in the civil context. Woman back in times was only the genetic the one who was responsible for their children, however parental authority for it was a subsidiary manner. In the professional area there was no respect, the woman suffered discrimination and were always exploited working above their physical limits for up to 16 hours a day, always receiving wages below the salary compared to man. However, the woman contributed to the growth and development of society and has always been undervalued in the story, which always caused outrage causing them to fight for their rights and especially about work. After great struggles and attempts at improvement and equality, the woman managed to have their rights and duties guaranteed by law, achieving protection at all levels as well as in the workplace. As barreiras enfrentadas por ela, as consequências, e como foi à trajetória da mulher para conseguir conquistar seu espaço no mercado de trabalho.